Com a crise financeira, devolução e apreensão de veículos sofre grande aumento.

Devolver o bem (veículo) financiado quita a dívida?

Na maioria dos casos NÃO!
No contrato de alienação fiduciária (financiamento) o agente alienante (banco ou outra instituição financeira) “empresta” o dinheiro para que a pessoa compre o bem (veículo etc), mas fica com a propriedade deste até que o financiamento seja quitado.

Ou seja, o bem fica em garantia para pagamento da dívida e se o contratante não pagá-la, o banco pode entrar com ação de busca e apreensão para retira-lo a fim de vender em leilão para cobrir o saldo negativo existente.

Pela lei da alienação fiduciária, o banco é obrigado a vender o bem financiado (veículo etc) em leilão e esta venda normalmente se dá por valor entre 50% a 70% do valor de mercado do bem. Após, pagos os custos com leiloeiro, custas judiciais e honorários advocatícios, o que sobrar do valor vai para abater a dívida.

Portanto, normalmente, o valor que sobra não é suficiente para cobrir o financiamento, ficando um saldo devedor a ser pago.

Por isto, o consumidor deve ter muito cuidado, pois muitas instituições financeiras, através de empresas de cobranças, costumam dizer que a devolução quita a dívida e o consumidor devolve o bem (veículo etc) e não pede o termo de quitação (documento assinado e carimbado pelo banco dando a dívida por quitada) e após algum tempo, o consumidor descobre que ainda é devedor e que seu nome está registrado no SPC e SERASA por causa de dívidas.

NESSE CASO, QUAL É A MELHOR DECISÃO

Se você não deseja entregar ou perder o bem, a melhor solução é tentar recorrer a redução de parcelas e refinanciamentos ou até mesmo a quitação do seu contrato. Neste parâmetro de negociação, é essencial que se tenha uma empresa com profissionais capacitados e com total transparência para lidar com a situação da negociação e redução das parcelas, iniciando uma ANÁLISE CONTRATUAL eficaz e que reduz até 70% de desconto.

Evite a Busca e Apreensão do seu veículo! Saiba se está pagando juros abusivos no seu financiamento e quite seu veículo com até 70% de desconto.



Deixe uma resposta